domingo, 31 de agosto de 2014

PÓ DE GIZ | Brincar em Pré-Escolar


Ao contrário do que muitas pessoas pensam, brincar com as crianças não é uma perca de tempo. É possível aprender imenso através das brincadeiras! É essencial que todas as crianças possam brincar e é essencial que os educadores brinquem com eles... Não só pela diversão, como também para poder ver o desenvolvimento das crianças em diferentes níveis (desenvolvimento da língua, desenvolvimento da matemática, exploração dos sentimentos, noções de cidadania, entre outros) e poder desafiar as crianças a novos patamares, novas aprendizagens. Tudo é possível na Área da Dramatização, ou como muitos conhecem, na Área da "Casinha". As crianças aprendem a liderar uma brincadeira, a definir papéis sociais e a encarná-los, aprendem a conhecer as moedas do mercado e a fazer pequenas contas para os trocos na caixa registadora do supermercado imaginário, aprendem tantas, mas tantas outras coisas que ninguém pode imaginar... Poderia dar-vos mil e um exemplos de brincadeiras que vi e que foram extremamente construtivas para as crianças com quem trabalhei. Desde discussões acesas entre crianças de quatro anos a debaterem o porquê de os homens não poderem fazer o jantar e lavar a casa como as mulheres, a crianças a ensinarem outras a dar a "papa" aos nenucos, a passar a ferro a fazer uma cama... O brincar é um mundo que permite às crianças dar asas à sua imaginação e é um mundo que enriquece tanto, mas tanto, o meu coração!

Cátia ♥ 

7 comentários:

  1. Mas é que tens mesmo razão no que dizes.

    r: Custa imenso. Mas agora faltam poucos meses e passa num instante. Obrigada. Mesmo, não sei como conseguem.

    ResponderEliminar
  2. Não podia concordar mais. Por muito trabalho que se faça com crianças em idade de pré-escolar nada é tão bom quanto a brincadeira "livre". Nos meus dias com as crianças há sempre tempo para este tipo de brincadeira. E faz-lhes tão bem :)

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida, quando estagiei reparei exactamente no mesmo :)

    ResponderEliminar
  4. Concordo com todas as tuas palavras!

    ResponderEliminar
  5. Sim :-) vivo em évora e candidatei-me à universidade cá
    A sério? Que giro!

    ResponderEliminar
  6. Sem dúvida que é! (: Vejo isso com os meus sobrinhos e comigo própria, também, por acompanhá-los nas brincadeiras.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Não sou educadora mas é tão verdade o que aqui dizes... :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu contributo aqui no meu blogue! :)
Os teus comentários serão sempre que possível respondidos aqui...